Nova Linha Vegan Semeando sabor e colhendo o bem.
Nova Linha Vegan Semeando sabor e colhendo o bem.
Bom é comer bem Bom é comer bem

Novembro Azul: 5 alimentos que ajudam a prevenir o câncer de próstata

Especiais

Novembro Azul: 5 alimentos que ajudam a prevenir o câncer de próstata

Segundo tipo de câncer que mais afeta a população masculina, atrás apenas do câncer de pele, o câncer de próstata é mais comum principalmente depois dos 40 anos de idade. Uma pesquisa recente divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) revelou que a estimativa de novos diagnósticos da doença no país é de 625 mil por ano — desse número, 65.840 correspondem ao câncer de próstata.

O mês de novembro é o escolhido para a realização de campanhas que incentivem homens a fazerem exames de prevenção, fundamentais para que a doença possa ser diagnosticada em sua fase inicial, o que facilita o tratamento e as chances de cura — quando detectada no começo, a doença tem mais de 90% de chances de cura.

A indicação oficial é a de que homens acima dos 50 anos de idade façam o exame de toque retal e a dosagem sanguínea do Antígeno Prostático Específico (PSA, na sigla em inglês) uma vez ao ano.

Para alguns grupos, o critério da idade não é o suficiente, por isso é preciso que homens com histórico de câncer na família, obesos e negros, que são as pessoas com chances naturalmente maiores de desenvolver a doença, comecem a fazer o exame de rotina um pouco antes, aos 45 anos.

É igualmente importante notar a aparição de sintomas de alerta, que podem indicar que o desenvolvimento da doença está mais avançado. Entre eles, estão:

  • Dores ósseas
  • Urina com sangue
  • Dificuldade para urinar
  • Sensação de que, mesmo depois de urinar, a bexiga continua cheia

O tratamento para o câncer de próstata pode envolver cirurgia (convencional ou por laparoscopia), radioterapia e interferências hormonais. Buscar ajuda médica para avaliação individual é imprescindível.

Você pode gostar:

Como prevenir o câncer de próstata

O desenvolvimento dos cânceres tem uma série de fatores, entre os quais estão predisposição genética e estilo de vida. Em relação à hereditariedade, não há muito o que fazer a não ser ter cuidado redobrado em casos de câncer na família. Agora, quando falamos em estilo de vida, podemos melhorar aspectos básicos como: qualidade do sono, prática de atividades físicas e alimentação.

Os alimentos que consumimos desempenham papéis diferentes no organismo e, quando falamos em câncer, devemos pensar naqueles produtos que têm boas concentrações de antioxidantes (substâncias que desaceleram a ação dos radicais livres). Veja, a seguir, quais alimentos devem fazer parte da sua dieta para uma vida mais saudável:

Tomate

Além de ser um item popular, fácil de ser inserido em diversas receitas e muito saboroso, o tomate é rico em licopeno, um tipo de antioxidante que atua diretamente nas células da região da próstata e ajuda a impedir que elas se reproduzam de forma incorreta — o câncer é resultado da multiplicação celular descontrolada.

Para uma melhor absorção de licopeno, o ideal é consumir o tomate depois de ele ter passado por processos de cozimento, como em molhos ou grelhado.

Castanha-do-Pará

Eis outro produto saboroso e popular. A castanha-do-Pará tem selênio em sua composição, um mineral que também age como antioxidante — um mix de castanhas para o seu lanche da tarde é sempre uma ótima pedida!

Vale saber que o selênio está presente também em produtos como frango, gema de ovo e farinha de trigo.

Vegetais crucíferos

Quando for à feira, coloque couve-flor, brócolis, repolho e couve na lista de compras. São todos alimentos ricos em sulforafano e indole-3-carbinol, ambos antioxidantes.

Chá verde

O chá verde tem nutrientes que atuam como antioxidantes (isoflavonas e polifenóis), então você pode adicioná-lo à sua lista de compras também e consumir uma xícara ao dia. Os mesmos nutrientes podem ser encontrados, ainda, em frutas, vegetais e na soja.

Peixes

A recomendação é a de que se reduza a quantidade de consumo de carne vermelha para apostar em proteínas animais mais saudáveis, como o peixe. Rica em ômega-3, uma gordura saudável, a carne de peixe é uma excelente aliada da sua saúde. Boas opções são bacalhau, sardinha e salmão.

***

Cuidar da sua alimentação é fundamental, mas não se esqueça: além disso, é preciso fazer os exames anuais e buscar ajuda médica sempre que estiver com dúvidas a respeito da sua saúde de uma forma geral.