Bom é comer bem Bom é comer bem

Alimentos tradicionais que não podem faltar na ceia de Ano-Novo

Coleção Receitas

Alimentos tradicionais que não podem faltar na ceia de Ano-Novo

Celebrar o Ano-Novo é uma das formas mais antigas de se despedir daquilo que passou e abrir espaço para receber as oportunidades que os próximos 12 meses podem nos trazer. E por ser um momento tão especial, é claro que existem inúmeras tradições e simpatias para marcar a data e atrair boas energias.

Pensando nisso, nós preparamos uma lista com os alimentos tradicionais que não podem faltar na ceia de Ano-Novo. Confira o significado de cada um:

Lentilha

“Lentilha no Ano-Novo, dinheiro o ano todo!”, diz um ditado italiano que chegou ao Brasil junto com os imigrantes e perdura até os dias de hoje. 

De acordo com a tradição, consumir uma colher de sopa de lentilha logo após a meia-noite é garantia de prosperidade nos próximos 12 meses. Um dos motivos para isso é que o formato da lentilha lembra pequenas moedas.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Arroz

Independentemente da polêmica sobre levar uva-passa ou não, o arroz branco ou o arroz à grega sempre estão presentes na ceia de Ano-Novo, pois eles são excelentes acompanhamentos para a lentilha e as carnes.

Além disso, o arroz é um símbolo de fartura e fertilidade – é por esse motivo que jogamos esse alimento nos recém-casados. Ainda, em países como Coreia, Japão e Dinamarca, a tradição diz que ele traz sorte.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Louro

Seja para temperar a lentilha ou a carne suína, o louro é uma especiaria muito presente no Ano-Novo. E isso não acontece apenas pelo sabor que ele adiciona aos pratos, pois há muito tempo essas folhas são associadas ao sucesso e à sorte.

Afinal, os “louros da vitória”, entrelaçados na forma de coroa, já eram oferecidos aos atletas da Grécia Antiga e aos generais vencedores do Império Romano. A tradição é tão forte que, até hoje, a coroa de louros continua sendo um símbolo de glória, especialmente nos Jogos Olímpicos.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Pernil ou lombo suíno

Você já ouviu dizer que não se deve comer frango no Ano-Novo porque essa ave “cisca para trás”? Pois é pelo mesmo motivo que muita gente faz questão de comer pernil ou lombo suíno, já que o porco é um animal que “fuça para frente”.

Em consequência, a carne suína está associada à renovação e ao recomeço, como um símbolo de que estamos deixando o passado para trás e dando oportunidade a um novo tempo que está chegando.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Farofa

A farofa não está ligada a uma superstição, mas mesmo assim é um dos alimentos mais tradicionais na ceia de Ano-Novo. Afinal, ela é o acompanhamento perfeito para o pernil ou o lombo suíno.

Cada família segue seus próprios costumes em relação às receitas de farofa, podendo adicionar ovos, castanhas, nozes, banana, frutas secas ou em calda e outros ingredientes. Independentemente das tradições familiares, a dica para a ceia é utilizar as farofas prontas da Caldo Bom, que são mais práticas porque já vêm temperadas.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Uvas

As uvas fazem parte de uma das simpatias mais conhecidas do Réveillon, pois muita gente garante que comer 12 unidades (uma para cada mês) traz sorte para ano inteiro. Aproveite para fazer um pedido especial a cada uva e guarde as sementes na carteira até a próxima virada para garantir que eles serão realizados.

Curiosidade: na Espanha, há uma superstição que diz que as 12 uvas podem “prever” como será cada mês do novo ano. Uvas doces indicam meses de fartura, enquanto uvas amargas sugerem meses difíceis.

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Romã

Embora não seja muito popular no Brasil, a romã também aparece na ceia de Ano-Novo como um símbolo de boa sorte. Por ter muitas sementes, essa fruta é associada à fertilidade, à abundância e ao nascimento, representando novos projetos, oportunidades e até mesmo a chegada de um bebê no próximo ano.

Além disso, para quem quiser apostar em uma simpatia para chamar dinheiro, a dica é guardar as sementes da romã na carteira durante o ano todo ou plantá-las no quintal. 

alimentos-tradicionais-que-nao-podem-faltar-na-ceia-de-ano-novo

Frutas secas e castanhas

Servidas como petisco para ajudar a segurar a fome até a ceia, as frutas secas e as castanhas também estão cheias de simbolismos especiais para o Ano-Novo.

O costume vem da Roma Antiga, quando cada um desses alimentos tinha um significado diferente: enquanto as nozes atraíam fartura, as avelãs serviam para evitar a gula, e as amêndoas era consumidas para prevenir a ressaca.

Você já conhecia todas essas simpatias e superstições? Escolha as suas preferidas e utilize os alimentos envolvidos nelas para montar uma ceia de Ano-Novo saborosa e cheia de boas energias para todos os seus convidados!

Fonte(s): Folhape, Gazeta do Povo, Colher de Pau e Super Abril