Nova Linha Vegan Semeando sabor e colhendo o bem.
Nova Linha Vegan Semeando sabor e colhendo o bem.
Bom é comer bem Bom é comer bem

Arroz doce: história e receitas

Coleção Receitas

Arroz doce: história e receitas

Voltemos algumas décadas no passado, para aquele período em que era comum uma casa ter 10, 15 filhos. Depois de um tempo todos cresceram e se casaram, mas é certo que cada um levou consigo uma receita que marca o gostinho de infância. Pois bem, provavelmente o arroz doce foi uma dessas receitas. De tão incorporada à culinária brasileira, a sobremesa até parece criação típica; mas, como uma família de muitos irmãos, o prato também possui versões espalhadas pelo mundo. 

Nossos hermanos argentinos o batizaram de arroz con leche, nada muito diferente do nome riz au lait dado pelos franceses; para ingleses e americanos, o irmão da nossa iguaria se chama rice pudding, um doce bem similar ao nosso, porém mais denso; isso enquanto os libaneses não vivem sem o seu roz-ib-haleeb e os indonésios sem o ketan hitam.

No Brasil o arroz doce é um aperitivo tradicional das festas juninas, mas pode ser apreciado o ano todo. Por exemplo, você pode servi-lo frio no verão ou usá-lo como um final quente e reconfortante nas noites frias de inverno. Por isso, separamos cinco receitas super distintas que combinam com o seu apetite, independente da hora ou do dia. Mas antes, que tal viajar conosco em mais uma fascinante jornada de origem?

História do arroz doce

Se hoje essa sobremesa é bastante acessível – uma simples mistura de arroz com leite, açúcar e especiarias –, por vários séculos ocupou um lugar de destaque nas cortes reais europeias. Sua verdadeira raiz é difícil de discernir – o prato foi rastreado em muitas culturas ao longo dos milênios, incluindo a China antiga e o Império Bizantino. Na Índia, o irmão mais velho do nosso arroz doce (conhecido como kheer) é uma refeição básica que potencialmente remonta a 6.000 a.C.

arroz doce

No entanto, muitos desses pratos quando “crianças” não se pareciam com a sobremesa doce em que pensamos hoje. As primeiras versões do kheer indiano, por exemplo, não incluíam arroz, e sim o sorgo, um tipo de cereal muito usado para a alimentação animal, na atualidade. Por volta de 1.300 o arroz doce foi registrado pela primeira vez na Europa, contudo, também carecia da doçura essencial para o prato, que, na época, vinha com caldo, leite de amêndoa e açafrão. 

O arroz doce como conhecemos não chegou até o século 15, mas, até então, já era considerado alimento da elite. Como o cereal não crescia bem no Velho Continente, ele precisava ser importado da Ásia, pela rota da seda ou oceano. As extensas rotas de comércio tornavam a commodity uma mercadoria cara que apenas os ricos podiam pagar.

À medida que o mundo aparentemente “ficou menor”, através dos efeitos da globalização, a importação de arroz tornou-se mais acessível e comum, e, a partir do século 19, passou a ser considerada uma refeição de todos os dias. A popularização da receita continuou até o século 20, quando entrou no programa de merenda escolar das crianças. Hoje, ela é tipicamente uma sobremesa fácil e versátil, que muitos de nós associamos à nossa infância.

Então, bora para as receitas?

arroz doce

Receitas de arroz doce

Arroz doce com coulis de morango

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de arroz branco
  • 1 ½ litro de leite
  • 2 talos de Canela em Rama Caldo Bom
  • 2 Cravos-da-Índia Caldo Bom
  • 140 gramas de doce de leite cremoso
  • 140 gramas de açúcar
  • ½ fava de baunilha
  • 200 gramas de morango
  • 50 gramas de açúcar
  • 1 colher (sopa) de suco de limão

Modo de preparo

  1. Em uma panela, ferva o leite com meia fava de baunilha, canela e cravo. 
  2. Desligue o fogo e deixe em infusão, com a panela tampada, por 15 minutos.
  3. Coloque o arroz em outra panela e cozinhe-o em fogo médio com metade do leite (quando estiver quase secando, adicione o restante do leite e cozinhe até ficar macio).
  4. Desligue o fogo e adicione o doce de leite, mexendo até misturar bem.
  5. No liquidificador, coloque os morangos, 50 gramas de açúcar e uma colher de suco de limão. Bata por dois minutos.
  6. Sirva o arroz doce com a calda batida no liquidificador. 

Arroz doce caramelizado 

Ingredientes

  • 1 ½ xícara (chá) de arroz
  • 1 litro de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 1 pacote de coco ralado 
  • 8 colheres de açúcar
  • 3 xícaras de água

Modo de preparo

  1. Coloque o arroz na panela de pressão com as 3 xícaras de água.
  2. Tampe a panela, quando pegar pressão abaixe o fogo e deixe cozinhar por 1 minuto. Desligue o fogo e espere sair a pressão, sem abrir.
  3. Enquanto isso, leve o leite em outra panela para ferver.
  4. Ao abrir a panela de pressão, despeje o leite fervendo no arroz e mexa. Deixe agora no fogo baixo.
  5. Em outra panela, coloque o açúcar para derreter até virar um caramelo, vá adicionando aos poucos no arroz e sempre envolvendo para misturar bem.
  6. Após isso, jogue o leite condensado e continue a mistura. Em seguida, o coco ralado. Deixe ferver novamente e desligue o fogo.
  7. Com o fogo desligado, acrescente o creme de leite e envolva-o bem. 
  8. Se preferir, pode colocar ramas de canela ou polvilhar.

Arroz doce gaúcho

Ingredientes

Modo de preparo

  1. Em uma panela grande de fundo grosso, despeje os 2 litros de leite para ferver, os paus de canela e duas colheres (chá) de açúcar (retiradas da xícara [chá] total da receita).
  2. Quando iniciar a fervura, abaixe o fogo, acrescente o arroz e mexa bem.
  3. Deixe cozinhar em fogo brando, mexendo de vez em quando, até o arroz estar cozido e ainda restar algum leite (formando bolhas grossas), para que não fique duro (aproximadamente 30 minutos, dependendo da panela e do fogão).
  4. Bata em separado as 4 gemas com o restante do açúcar, até ficar espumosa e clarinha.
  5. Retire a panela com o arroz já cozido, e ainda com caldo, do fogo, derrame a gemada, misture com a colher até ficar homogêneo (a gemada se incorpora e engrossa o caldo).
  6. Leve de volta a panela ao fogo e deixe levantar fervura até formar algumas bolhas, mexendo bem (a mistura não deve ferver muito, para não cozinhar a gemada, por forma grumas [talha] e fica com aspecto feio).
  7. Coloque em travessas ou pratinhos individuais e polvilhe com canela em pó, ainda quente. Sirva frio (se guardar na geladeira, cubra com filme plástico).

Arroz doce português

Ingredientes

  • 1 ½ xícara (chá) de arroz
  • 75 g manteiga ou margarina
  • 8 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 litro de leite quente
  • 6 gemas de ovos
  • 1 rama de canela
  • Casca de limão e sal a gosto
  • Canela em pós a gosto
  • 1 ½ litro de água

Modo de preparo

  1. Leve ao fogo uma panela com água, a manteiga, o pau de canela e as cascas de limão.
  2. Quando a manteiga estiver derretida, jogue o arroz, junte uma pitada de sal, mexa e deixe cozinhar até incorporar quase toda a água.
  3. Acrescente o leite, espere ferver mais um pouco e despeje o açúcar (fique mexendo vez ou outra).
  4. Em uma tigela, bata as gemas e coloque algumas colheradas do arroz, envolvendo bem para as gemas não talharem.
  5. Derrame-a na panela, já com o fogo apagado. Mexa bem, retire o pau de canela e a casca de limão e jogue a mistura em uma travessa de servir.
  6. Deixe esfriar um pouco e, por fim, polvilhe com canela em pó.

Pudim de arroz doce

Ingredientes

  • 2 xícaras de arroz basmati
  • 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
  • 1 ½ xícara de leite
  • 1 ¼ xícara de creme de leite
  • 3 gemas de ovos 
  • ½ xícara de açúcar
  • 1 ¼ colher (chá) de canela em pó
  • ½ colher (chá) de gengibre
  • ½ colher (chá) de noz-moscada
  • ¾ de xícara de groselhas
  • ¾ de xícara de passas 
  • Manteiga para untar
  • Ramas de canela para enfeitar (opcional)

Modo de preparo

  1. Pré-aqueça o forno a 180 graus C.
  2. Leve o arroz ao fogo para cozinhar ou até ficar macio, de acordo com as instruções da embalagem.
  3. Enquanto isso, coloque as passas e as groselhas em uma panela pequena e cubra com água quente. Deixe ferver no fogão e retire do fogo. Deixe as frutas de molho para encorpar.
  4. Depois que o arroz estiver cozido, acrescente a manteiga e espere derreter.
  5. Em uma tigela, misture o leite, o creme de leite, as gemas, o açúcar, a canela, o gengibre e a noz-moscada. Despeje a mistura no arroz e mexa até homogeneizar. Escorra as passas e as groselhas e envolva-as na mistura.
  6. Unte uma assadeira e despeje os ingredientes na vasilha. Leve ao forno e deixe por cerca de 45 minutos, até que o topo do pudim fique dourado.
  7. Sirva enfeitado com uma rama de canela, se desejar. Sirva quente. 

+ Você pode gostar: 

Como fazer farofa de arroz integral?

Quais os benefícios do arroz?

Você conhece todos os tipos de arroz?

Nota do autor: O sabor conhecido e a alta qualidade dos arrozes da Caldo Bom darão um toque mais cremoso para a sua receita. Experimente qualquer uma ou todas essas opções com a Linha Seleção Especial e surpreenda-se muito.