Bom é comer bem Bom é comer bem

Como usar a panela de pressão com segurança

Dicas

Como usar a panela de pressão com segurança

Usar a panela de pressão é fácil, mas muitas pessoas não pensam assim. Afinal, ter que ler um manual de instruções para poder utilizar uma panela com segurança já faz com que as coisas pareçam mais complicadas.

Se você é do tipo que ainda busca alternativas para fugir da panela de pressão, esse post foi feito para resolver seus problemas. Contar com uma panela de pressão entre os seus utensílios domésticos pode resultar em um menor consumo de gás, em pratos preparados mais rápido e, é claro, muitos novos pratos deliciosos para serem feitos.

Como a panela de pressão funciona?

O conceito é simples: mantendo a panela completamente fechada, os vapores produzidos pela ebulição da água não têm para onde ir. Isso faz com que a pressão dentro dela aumente, o que resulta em uma temperatura mais alta internamente, resultando no cozimento mais rápido dos alimentos.

A água vira vapor a uma temperatura de 100 graus centígrados, mas quando aprisionada em uma panela de pressão ela pode chegar a até 110 graus sem entrar em ebulição. Em outras palavras, essa invenção incrível permite que você ganhe um bom tempo no preparo dos alimentos.

Para que a panela de pressão fique bem fechada, ela conta com uma borracha de vedação na tampa. Além disso, uma trava de segurança na alça evita ainda que eventuais falhas na borracha deixem o ar escapar. Por fim, na parte superior da tampa, uma válvula com pino libera o excesso de vapor, para que a pressão interna seja sempre constante.

Como usar a panela de pressão

Agora que você já foi apresentado a todos os detalhes da panela de pressão e entendeu qual é a lógica do seu funcionamento, é hora de aprender como usar a panela de pressão corretamente. 

A primeira coisa que você precisa saber é que nunca se deve encher completamente uma panela de pressão. Lembre-se, é preciso deixar espaço para os vapores. Por esse motivo, dentro dela há uma marca de nível máximo. Nunca o ultrapasse. Se por acaso a sua panela não tiver essa marcação, considere o nível máximo como 2/3 dela.

Outra dica é evitar colocar alimentos muito secos dentro da panela. Ela só funciona quando há uma boa quantidade de água (pelo menos 250 ml), portanto, nunca cozinhe com a panela sem líquido, pois ela pode explodir.

Tampe a panela com cuidado, certificando-se que a borracha da tampa esteja bem colocada. Coloque também a trava de segurança na alça.

Em seguida, coloque a panela de pressão no fogo alto até que a água comece a ferver. Quando o pino sobre a tampa da panela começar a chiar e balançar, não se assuste. Isso significa apenas que é hora de abaixar o fogo. Mantenha a panela por lá seguindo a indicação da receita que você estiver preparando.

Após o tempo de cozimento ser alcançado, desligue o fogo e espere a panela esfriar para que a pressão interna possa evaporar antes de abrir. Nunca abra a panela sem retirar a pressão. Grande parte das pessoas que têm medo de usar esse tipo de utensílio têm esse sentimento pelo fato de não saberem como abrir a panela com segurança.

Dica: para acelerar o processo de resfriamento da panela, depois que ela esfriar um pouco coloque a panela embaixo da torneira, mas molhe apenas as laterais da panela. Para saber quando é hora de abrir é simples: se o pino está abaixado e não faz mais barulho quando você toca nele, então isso quer dizer que a pressão saiu e você pode abrir a panela com segurança

Quanto tempo a panela demora para “pegar pressão”?

A resposta para essa pergunta depende do tamanho da panela. A maioria dos modelos disponíveis no mercado têm capacidade média de 4,5 litros. Nesse caso, cerca de 20 minutos no fogo alto são suficientes para fazê-la pegar pressão. Para panelas maiores o tempo de espera pode ser maior, mas nesse caso a recomendação é consultar o manual da panela para verificar qual é a orientação do fabricante.

Depois que a panela pegar pressão, ou seja, depois dos 20 minutos iniciais, é que você deve começar a contar o “tempo de pressão”, indicação muito comum nas receitas. Confira o tempo médio de pressão para o cozimento de alguns alimentos:

  • Abobrinha: 3 a 4 minutos
  • Batata: 10 a 15 minutos
  • Batata-doce: 6 a 8 minutos
  • Beterraba: 18 a 20 minutos
  • Brócolis: 90 a 150 segundos
  • Canjica: 30 minutos
  • Cebola: 3 a 4 minutos
  • Cenoura: 3 a 5 minutos
  • Costela bovina: 30 minutos
  • Costelinha suína: 15 minutos
  • Couve-flor: 10 a 15 minutos
  • Espinafre: 60 a 90 segundos
  • Feijão-branco: 10 a 15 minutos
  • Feijão-carioca: 30 a 40 minutos
  • Feijão-preto: 30 a 40 minutos
  • Frango: 20 minutos
  • Grão-de-bico: 15 minutos
  • Lentilha: 10 minutos
  • Lombo suíno: 25 minutos
  • Mandioca: 10 minutos
  • Mandioquinha (batata-salsa ou batata-baroa): 8 a 10 minutos
  • Paleta de cordeiro: 35 minutos
  • Pimentão: 5 a 8 minutos
  • Posta vermelha: 35 minutos
  • Soja: 30 minutos

Vale lembrar ainda que no caso de alimentos mais duros, como feijão e grão-de-bico, recomenda-se deixá-los de molho por algumas horas antes do cozimento. 

Fonte(s): Aqui Na CozinhaSuper Interessante e Guia Da Cozinha