Linha completa Caldo Bom | Compre sem sair de casa!
Linha completa Caldo Bom | Compre sem sair de casa!
Bom é comer bem Bom é comer bem

Feijoada ao redor do mundo: você sabia que existem vários receitas bem diferentes da brasileira?

Curiosidades

Feijoada ao redor do mundo: você sabia que existem vários receitas bem diferentes da brasileira?

Você com certeza já conhece a feijoada à brasileira: feita com feijão preto e diferentes tipos de carne suína, como costelinha, linguiça, bacon e paio, a tradição manda que ela seja acompanhada por arroz branco, couve refogada e laranja, aumentando ainda mais a riqueza de sabores.

Caso a sua ideia seja preparar esse prato que é símbolo da culinária nacional seguindo uma receita mais clássica, você precisa conferir nossas dicas de como fazer feijoada à brasileira.

Mas você sabia que além de existir vários tipo de feijão, existem outros tipos de feijoada pelo mundo? Se no Brasil o feijão preto é indispensável para preparar a receita, em outros países esse prato leva variedades diferentes de feijão.

Na verdade, o termo “feijoada” significa qualquer tipo de guisado geralmente preparado com feijão e carne, quase sempre servido junto com arroz. Assim, enquanto por aqui nós apreciamos a feijoada à brasileira, esse prato é preparado de outras formas ao redor do mundo. Conheça algumas delas:

1. Cassoulet (França)

Diferente da nossa feijoada, que leva feijão preto, a feijoada francesa ou cassoulet é preparada com feijão branco, que apresenta grãos maiores.

Feijoada-ao-redor-do-mundo-receitas-bem-diferentes

Ela até pode ser feita com carne de porco, assim como a versão brasileira do prato, mas a receita varia nas diferentes regiões da França e também pode contar com carne de pato, ganso, cordeiro e vaca.

2. Feijoada à transmontana (Portugal)

A feijoada à transmontana, nascida na região portuguesa do Candedo, é preparada com vários ingredientes em comum com a feijoada à brasileira, como linguiça, orelha, focinho e pé de porco.

Porém, em vez do feijão preto, ela é preparada com feijão vermelho, além de receber legumes como tomate, cenoura e couve. O prato costuma ser servido com arroz branco ou arroz de forno. 

3. Fabada asturiana (Espanha)

Originada na região espanhola das Astúrias, a fabada asturiana é preparada com feijão branco seco e compango, isto é, uma mistura de carnes de porco cruas ou defumadas, como toucinho, orelha, rabo, chouriço e morcilha (espécie de linguiça feita com o sangue fresco do animal).

4. Cholent (culinária judaica)

Como a tradição judaica não permite o consumo da carne de porco, esse ingrediente dá lugar ao peito de boi no preparo do cholent, um tipo de feijoada preparada com feijão branco ou feijão fradinho e que ainda leva batata e cevada.

Feijoada-ao-redor-do-mundo-receitas-bem-diferentes

A cultura judaica também marca o momento em que esse prato é preparado: como os judeus não podem cozinhar no sábado, o cholent costuma ser colocado no fogo na sexta-feira, cozinhando por mais de 12 horas até ser servido no almoço do dia seguinte.

5. Fassulha (culinária árabe)

Assim como os judeus, muitos povos de origem árabe também se abstêm da carne de porco. Por isso, a feijoada proveniente da culinária do Oriente Médio, conhecida como fassulha, é preparada com feijão branco e carne de carneiro, além de levar molho de tomate.

6. Fasole cu cârnaţi (Romênia)

A expressão romena “fasole cu cârnati” pode ser traduzida como “feijões com linguiça”, descrevendo de forma direta os principais ingredientes da feijoada típica desse país.

Para completar o sabor, as receitas mais tradicionais levam cebola picada. No entanto, as versões mais modernas da feijoada da Romênia podem ser feitas com cenoura, pimentão vermelho, estragão, tomilho, alho e páprica.

7. Feijoada paraense ou maniçoba (Pará)

Para encerrar a lista de feijoadas diferentes, vamos incluir mais um prato brasileiro: trata-se da maniçoba ou feijoada paraense, uma iguaria típica do estado do Pará que, curiosamente, não leva feijão. Ou seja, apesar do nome como é conhecido, esse prato tecnicamente não é uma feijoada.

Embora a feijoada paraense seja feita com toucinho, lombo, paio e outros tipos de carne de porco defumada ou embutida, o tradicional feijão dá lugar às folhas moídas da mandioca (maniva), conhecidas como maniçoba. 

Como a maniçova contém teor elevado de ácido cianídrico, que é uma substância venenosa e potencialmente letal, as folhas precisam ser cozidas por cerca de uma semana para eliminar todos os vestígios desse componente perigoso.

Ficou com vontade de experimentar alguma dessas feijoadas ou você não abre mão da feijoada à brasileira? Escolha sua variedade preferida e aproveite!

*****

Fonte(s): Incrível Club