Linha completa Caldo Bom | Compre sem sair de casa!
Linha completa Caldo Bom | Compre sem sair de casa!
Bom é comer bem Bom é comer bem

Intestino preso: consumir estes alimentos pode ajudar a solucionar o problema

Alimentação Saudável

Intestino preso: consumir estes alimentos pode ajudar a solucionar o problema

Estima-se que até 30% dos brasileiros sofram com o intestino preso, também conhecido como prisão de ventre ou constipação intestinal. Embora possa afetar qualquer pessoa, o problema é mais comum entre as mulheres, tanto por questões hormonais quanto culturais.

Além das dificuldades para evacuar, a prisão de ventre costuma ser acompanhada por sintomas como inchaço, dor abdominal, flatulência e ressecamento dos resíduos fecais, podendo prejudicar a qualidade de vida e trazer outras complicações para a saúde.

Uma das causas mais comuns da constipação é a dieta pobre em fibras, componentes que não são digeridos, mas que são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Conheça os principais alimentos que ajudam a prevenir e a combater o intestino preso:

Feijão-carioca

Além de ser rico em ferro e proteínas vegetais, o feijão-carioca contém excelentes proporções de fibras solúveis e insolúveis, o que ajuda a evitar e a combater a prisão de ventre.

As fibras solúveis capturam água e tornam as fezes mais macias, facilitando sua passagem pelo intestino. As fibras insolúveis, por sua vez, aumentam o volume desses resíduos, estimulando os movimentos peristálticos (intestinais).

Arroz integral

Enquanto o arroz branco prende ainda mais o intestino, o arroz integral ajuda a combater esse problema. Como o arroz integral não passa pelo mesmo processo de refinamento que o branco, os grãos conservam suas camadas externas, onde estão localizadas as fibras.

Para você ter ideia, 100 gramas de arroz integral cozido oferecem 2,7 gramas de fibras, e a mesma quantidade de arroz branco cozido oferece apenas 1,6 gramas.

Grão-de-bico

O grão-de-bico é um alimento pertencente ao grupo das leguminosas, assim como o feijão-carioca, a ervilha e a lentilha. Por ser rico em fibras, seu consumo ajuda a regular o funcionamento do intestino.

Outro benefício do grão-de-bico é que ele contém triptofano, um aminoácido necessário para a produção de serotonina – o neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

Ervilha

Com um excelente conteúdo de fibras solúveis e insolúveis, a ervilha ajuda a combater o intestino preso por facilitar o trânsito dos resíduos fecais até a sua eliminação.

Além disso, as fibras reduzem a velocidade com que o organismo absorve a glicose (açúcar) proveniente dos alimentos, evitando o pico glicêmico e contribuindo para o controle da diabetes.

Lentilha

A lentilha costuma ser consumida nas festas de fim de ano, mas ela tem motivos de sobra para aparecer com mais frequência no seu cardápio, podendo substituir o feijão.

Além de ser rica em proteínas vegetais, ferro, ácido fólico e vitamina B6, a lentilha tem uma grande quantidade de fibras, o que ajuda a combater o intestino preso e prolonga a sensação de saciedade.

Aveia

Pertencente ao grupo dos cereais integrais, a aveia é conhecida por seu alto teor de fibras solúveis e insolúveis. Essa característica faz com que ela seja uma ótima escolha para combater a prisão de ventre, além de auxiliar o controle da diabetes e do colesterol.

Por ser muito versátil, a aveia pode tanto ser consumida com frutas, iogurtes e leite quanto ser utilizada no preparo de diversos pratos, como mingau, panqueca, bolos, biscoitos e pães.

Nuts 

Alimentos como amendoim, amêndoas, avelã, castanha-de-caju, castanha-do-pará, nozes e pistache são classificados como nuts ou castanhas, um grupo conhecido por oferecer vitaminas, minerais e gorduras boas.

As nuts também são boas fontes de fibras, de modo que elas ajudam a regular o intestino e a equilibrar os níveis de glicose e colesterol no sangue.

Chia

Ao misturar uma colher de sopa de chia em meio copo de água, em pouco tempo você verá a formação de um gel. Esse é o efeito das fibras presentes nesta sementinha, que são capazes de absorver os líquidos e se expandir.

Como isso também acontece dentro do nosso organismo, o consumo de chia associado a uma boa hidratação leve ao aumento do volume dos resíduos fecais, facilitando sua eliminação. Dessa forma, vale a pena incluí-la na alimentação junto com frutas, iogurtes, saladas, arroz e pães.

Linhaça

A linhaça tem propriedades muito parecidas com as da chia: trata-se de uma sementinha rica em substâncias anti-inflamatórias, ômega-3, gorduras boas e fibras.

Além disso, ela também é capaz de formar um gel quando está em contato com a água, produzindo o mesmo efeito laxativo. Desse modo, é uma boa ideia incluí-la na alimentação da mesma forma que a chia, seja a linhaça-marrom ou a linhaça dourada.

Ao consumir esses alimentos ricos em fibras, lembre-se de que é essencial aumentar seu consumo de água para aproveitar os benefícios para a digestão, incluindo o combate ao intestino preso. Caso não haja melhora, recomenda-se buscar ajuda profissional.

Fonte(s): CFN, Women's Health Brasil, Minha Vida, Green Me, Saúde Abril e Saúde Abril